os elefantes não esquecem

esse seria o título do filme sobre a minha vida.

já pensou nisso? e se você fizesse um filme sobre você. como seria? sobre o que? que parte contaria, que parte omitiria. qual seria a cena mais bonita, e a mais triste. aquela que faria todo mundo chorar.

eu andei pensando nisso. na verdade foi uma lição de casa da aula (que eu amo) de inglês. e que lição.

Os Elefantes não esquecem

Uma garota chamada Amanda. Bem comum. Nascida no Brasil, bem comum, nem bonita nem feia, de pele morena e cabelos bem bagunçados. Tem uma família bem doida: uma mãe maluquinha e muito amorosa; um irmão cômico e exposivo; duas irmãs: uma bióloga e outra muito sapeca.

quer viajar o mundo, mas não tem dinheiro pra isso. quer sair de são paulo mas está presa no dinheiro que ganha, e não consegue pensar em outra forma de viver.

a história se passa na aventura em viajar para a áfrica: um lugar distante, diferente e pra onde ninguém pensa em ir. em 30 dias completamente sozinha, ela descobre um dos lugares mais bonitos [historicamente falando], os valores da vida, a força do perdão, e como é bom viver. volta com mais planos.

de volta a sua cidade, o mundo ideal desaparece e o real começa a ruir. o trabalho cada vez pior, a irmã quase gêmea cada vez mais doente, a saúde mental da família abalada e cada vez menos dinheiro.

ela se vê encurralada, tendo que escolher ir trabalhar ao invés de ficar onde se quer, com a irmã e cuidando da família, pois como vai ser sem dinheiro?

de repente o pior acontece e a irmão bióloga quase gêmea morre depois do transplante. o sentimento dela é o mesmo de quando se está voando: é tão surreal que até sai do peito.

não tem o que fazer. não há recall, não há mais planos, nem os da semana que vem, e nem os que fizeram juntas quando pequenas.

é um periodo dark.

anos se passam e a garota está bem melhor. já entendeu que cada um tem sua história e comemora o tempo que passou. pois ele pelo menos existiu e criou amor.

um novo sonho então nasce. mas desta vez, não em meio a turbulência mas sim em meio a maré mansa. ela conhece um cara muito legal e novamente horizontes se abrem…

… sabe que dificuldades virão, mas sabe também que os elefantes não esquecem.

13227343_1182181648459025_7491099381166547017_o

1 comentário

  1. …e nessa onda de viagens
    Uns vão ali
    Outros não sabem se ficam ou se vão
    Outros estão indo e nem sabem
    outros vão pra lá de Baguidá…
    Quem já vivia no mundo da lua… não volta
    …ainda bem …os elefantes não esquecem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.