Kirstenbosch – National Botanical Garden

Queria voltar nesse dia de sol.

National Botanical Garden

O jardim botânico Nacional da Äfrica do Sul é sensacional.

Sensacional, no sentido literal da palavra: o que promove sensações.

Muitas flores, muitos tipos de árvore, e uma paz descomunal.

Neste dia que estivemos lá, eu e a Kelen, 24 de dezembro de 2011, o parque estava vazio e não tinha quase nenhum barulho além do das águas do riachinho.

Eu, preguicei e fiquei sentadinha na grama, enquanto a minha amiga desbravava o parque.

O parque é uma mistura incrível entre o natural e o natural com intervenção humana (intervenção respeitosa).

Me explico: muitas esculturas espalhadas, animais soltos, muito colorido, córregos, restaurantezinho com lanches maravilhosos (um dos melhores que comi em Cape Town) e bastante documentação de nomes, tipos de vegetação, relógio solar e etc.

Para chegar lá, tivemos que pegar um trem até Woodstock, e depois um taxi até lá. (Dá para ir apenas de taxi, mas quisemos economizar).

A entrada para estudante custa 25 rands, aproximadamente 6 reais.

Saudades, saudades, saudades desse dia, em que passei a tarde toda agradecendo a Deus pela minha viagem.

Parecia que ele estava na grama, deitadinho ali ao meu lado.

Talvez estivesse, realmente.

#ThankyouGod

Anúncios

Table Mountain

Um dos cartões postais de Cape Town e da África do Sul, a Table Mountain foi uma das primeiras coisas que vi, ao sair do aeroporto, à noite, rumo a Sea Point, bairro da escola onde eu moraria por um mês.
A Table Mountain é uma montanha rochosa com o cume reto, que lembra uma mesa. A entrada para subida no ponto mais alto, fica atrás de Camps Bay.

É um dos Top 10 de Cape Town, com certeza. A vista é linda, demais, sensacional, inefável. Vale MUITO A PENA.

Para subir é possível por três caminhos: ou de bonde, ou a pé ou escalando.
Para subir a Table por qualquer um dos caminhos é necessário tomar alguns cuidados antes:

Primeiro, verificar se está funcionando. O tempo muda constantemente por lá. As vezes está o meior calorão e a plataforma está fechada, ou por conta dos fortes ventos (que segundo Kapstadianos pode chegar a 150km/h), ou por conta de nebulosidade absurda no topo, impedindo a visão ou compromentendo a segurança dos visitantes. De qualquer forma, basta entrar no site, ou pedir para o hotel ou escola ligar para o sac da Table Mountain e consultar as condições climáticas do momento.

Segundo, em caso de escalada ou caminhada, o ideal é consultar o agente do hotel ou da escola, pois o ideal é verificar se escalada ou trilha está aberta para o dia, e se possuem guias ou grupos para ambas opções.

Terceiro e nao menos importante, leve blusão de frio. É melhor carregar do que passar o frio que pode chegar no topo. Eu já contei aqui, que passei um dos frios maiores da minha vida, com sensação térmica no topo de 2oC, ventos de 60km/h e QUASE fui para o hospital, pois as mudanças de temperatura (frio congelante por muitas horas e repentinamente taxi com 24oC), quase me fizeram ter um choque térmico inverso. Graças a Deus, um banho de 1h30 bem quente de imersão, analgésicos prar dores de cabeça e anti térmicos, resolveram o problema.

Como chegar: Se estiver em Cape Town, existem aqueles onibus Hop on – Hop off, que fazem um tour pela cidade. Podem te deixar lá e em muitos outros lugares, por aproximadamente 200 rands (50 reais). Eu fui de taxi com mais 6 pessoas (Em Cape Town existem taxis para até 8), sendo que ida e volta custaram cerca de 100 rands (por pessoa).

Quanto custa: Infelizmente não cheguei a pesquisar os valores de escalada e trilha (voce pode checar aqui no site da companhia), mas para subir, o valor é de 195 rands por pessoa (valores de dezembro 2011). Tem valores especiais para crianças (até 17 anos) e idosos.
Sem dúvida vale a pena, é uma das vistas e visitas mais bonitas de Cape Town.

Tipos de Safari na África do Sul

 

Tudo que ficou mais claro no meu coração com relação à Africa do Sul, é que lá é o melhor lugar do mundo para ter contato direto com os animais, e um lugar que muda a vida, por isso, vale muito a pena guardar as economias e investir nessa experiência.

Além de conhecer pessoas incríveis e ouvir histórias de tirar o fôlego, em lugares como esse é possível conhecer mais da real vida selvagem.

Mesmo com essa popularidade toda, muita gente, mesmo lá na África do Sul, fica muito em dúvida sobre o que fazer principalmente quando o assunto é Safari.

Vivenciei algumas coisas na terra do Mandela, e aqui vão algumas dicas:

Para escolher o safari, é preciso entender a proposta, e levar em consideração quanto tempo tem disponível e o quanto pretende gastar.

O que é um safari?

O safari é um jogo, que consiste em passeios em carro (ou a pé) afim de observar a vida animal, vegetação, e meio ambiente local. Pode ser feito em carros fechados, carros próprios ou 4×4 abertos.

Lá, chamam de Big Five os 5 maiores e mais difíceis animais da África. São eles: Leão, Búfalo, Rinoceronte, Leopardo e, claro o elefante.

Kruger Park, O Safari

O Kruger National Park é um dos maiores locais para Safari da África do Sul. Lá é um dos melhores para curtir os animais selvagens em seu habitat, e dá realmente pra sentir a vibe de vida selvagem.

No Kruger  TUDO é natural (lagos rios florestas, descampados, vegetação e e etc), e como mencionei os animais nasceram lá.

Estive no Kruger durante 4 dias no acampamento (existe opção de quartos privativos e mais luxuosos também).  Dormi em uma cabana, e foi incrível, porque as hienas chegam pertinho a noite, tem manada de elefante passando perto de madrugada… MUITO MASSA!

326974_334832379860627_483532218_o
Camping no Kruger

 

IMG_1044
Elefante selvagem
IMG_1047
Hienas, perto do acampamento
IMG_1173
Elefante Selvagem

IMG_1174

IMG_1175

IMG_1177
Insira um título

IMG_1178

Como eu disse em postagens anteriores o GAME 4×4 (ou Safari), é literalmente um jogo, pois pode-se ou não encontrar os animais.  Algumas pessoas não conseguem ver todos, nem após 4 dias de busca.

IMG_1195
Israel, nosso guia por 4 dias de safari.

É cansativo mas vale muito a pena. As histórias contadas pelos guias, a grandiosidade dos animais, e nos depararmos com a nossa fraqueza, muda a vida.

Todo o pacote (contando passagem aérea, hospedagem em Johannesburg e o Safari, desembolsei R$ 2,000.00 em 2011, aproximadamente).

Para este passeio é necessário dispor de pelo menos 5 dias (4 dias só no Safari) pois é necessário estar em Johannesburg as 6:00 a.m. para a saída rumo ao Kruger Park.

A chegada acontece 4 dias depois a noite.

IMG_1375

Existem outros pacotes de menos dias no Kruger. Mas como é uma das experiências mais incríveis na África, recomendo que sejam dedicados mais dias a ele.

Game Lodge

Antes de ir parar no Kruger, fiz um Safari menor no caminho do Garden Route [rota bem famosa que vai da Cidade do Cabo até Port Elizabeth].

Neste lodge, é possível ver o BIG FIVE (Leão, Leopardo, Búfalo, Rinoceronte e Elefante), mas é bem menor.

Você consegue ver os bichos mais de perto. No entanto, essas reservas geralmente são “arranjadas”, ou seja, foram montadas, cercadas e os animais foram postos lá, não é onde nasceram.

É possível tirar boas fotos neste tour que leva cerca de 3 horas sobre um carro aberto.

394731_338575286153003_1561004037_nsa-gardem-route-2378.jpg

Para este Safari, é interessante fazer o Garden Route (Rota 62 pelo litoral Sulafricano), é o que vale mais a pena. TODA trip do Garden Route custou ficou em torno de R$1.000,00 (em 2011) + extras opcionais (Game 4×4 100,00 reais aproximadamente), e você dispõem de 4 a 5 dias. Nesses dias você conhece muitas praias, passa por santuários de Elefante parques nacionais e etc.

Safaris em Cape Town e Wine Lands

Existe ainda”safaris menores” em Cape Town, que custam em torno de R$150 reais, em que você com certeza verá a maior parte dos bichinhos, mas é no esquema quase zoológico. Não tem aquele ritmo aventureiro de vida selvagem, como no Kruger.

NO ENTANTO,  se a ordem é não gastar muito e tempo em Cape Town é pouquíssimo, uma opção em que você consegue ter contato com os bichos, mas que NÃO é safari, é o tour pelas WINE LANDS, em Cape Town.

Lá, além de provar os vinhos, é possível conhecer as CHEETAS [guepardos] – um dos animais mais rápidos do mundo –  e conhecer um viveiro de pássaros MUITO MASSA.

Wine Lands, Cape Town - Africa do Sul

Este Tour dura pelo menos meio dia.

Wine Lands, Cape Town

Seja qual for a sua escolha de safari, fique tranquilo pois a África do Sul foi a melhor de todas. Com certeza será uma das maiores experiências da sua vida.

Respeite e entenda a vida selvagem e a natureza de cada um.

Se tem alguma dúvida, quiser mais infos, comentem aqui ou me mandem e-mail no bah.almeida89@gmail.com

 

Uuuuuhn….

Good food.

Eh o que eu posso dizer de Cape Town e das cidades que passei aqui na África do Sul.

Diferente, mas boa.

Aqui, para o paladar de um brasileiro, falta sal, e sobra açúcar, nas comidas salgadas.

Eles colocam abacate e pimenta em TUDO. TUDO, lê-se TUDO.

Já comi Pizza de queijo e bacon com abacate, sushi com abacate, temaki com abacate…

Agora, se vc não gosta de pimenta, a frase que vc mais vai falar é: NO PEPER, NO SPICE, NO CHILLI, PLEASE. rs

Este foi o primeiro prato mais elaborado que comi aqui em Cape Town, em Caps Bay.

É um salmão grelhado com um tipo de tangerina e algum mato (nao me lembro agora o nome da folha, mas á alguma coisa do tipo espinafre), acompanhado com molho tarê.

Outra coisa muito legal, é que a Kelen e eu achamos um restaurante aqui perto, que é tipo um trem, por fora e por dentro.

Cara, MELHOR SOBREMESA da minha vida.

Muito boa a panqueca com sorvete, molho de chocolate, polvilhado um Almond Chips.

Ontem também foi muito bom, gastronomicamente falando.

No almoço, fomos conhecer aqui na rua da escola (Main Road) o Ocean Basket.

Fica há 3 quadras sentido Camps Bay, e é especialista em Seafood.

Comemos um prato com files de peixe, camarão acompanhado de Chips e Arroz. O MAIS LEGAL eh que o prato eh servido na figideira. Muito massa!

A noite, comparecemos ao ilustríssimo MAMA AFRICA. Most famous restaurante aqui em Cape Town. Fica na Long Street, centro da cidade.

Meio carinho (gastamos um total de 180 Rands: bebida, comida, couvert), mas vale a pena. Eles preparam lá, carnes exóticas do tipo: crocodilo, cobra, Kudu (Antílope), avestruz e etc.

Bem, o Sr Coragem da Noite, Mr. Raymmond pediu pela carne de Crocodile. Óbvio que cerramos o jantar do pobre, e cara, é muito bom!

É meio branquinha tipo peixe e o gosto é sensacional.

Eu fui de steak de picanha mesmo (Rump), pra não ter erro.

Já hoje, o negócio foi mais embaixo. rs Fui passear no meio subúrbio, Crawford, com o Ray (conhecer o lugar onde ele trabalhou como voluntário – mas isso é uma outra história). Depois da visita, fomos comer num boteco que vendia todas as coisas do mar, possíveis e imagináveis, fritas.

Fui de CALAMARI & CHIPS (lula com batata frita), que me custou 30 Rands. Não chega a 10 reais.

Cara, veio uma cesta gigante, com uns pedacos gigantes de lula, que tinha cara de polenta. Meu, que gostoso.

Óbvio que nao tinha mesa. Então, puxamos três cestas de supermercado pra fazer de cadeira e mesa. Comemos ali mesmo, no estacionamento da loja.

NO GERAL, pra comer aqui em um restaurante, bonitinho e etc, gastamos em média 100 rands (25 reais).

Dá pra economizar mais, mas é impossível comer no supermercado todo dia. NÃO DÁ MESMO!

Em Cape Town não tem: cafezinho da DALVA nem da MAMÃE, TODDY, TRAKINAS rs, Salgados (Coxinha, empada e etc…) Paozinho francês delicia… rs

Em compensação: MELHORES VINHOS do mundo, ÓTIMA carne de AVESTRUZ, os frutos do mar são baratos e deliciosos (claro), e limão siciliano aqui é mato.

Bjs!

Bah

Ajax Cape Town x Black Leopards

Ontem no vamo-que-vamo, ficamos sabendo que ia rolar um jogo de futebol, no principal estadio aqui de Cape Town, o mesmo que aconteceram os jogos da Word Cup 2010.

A gente ja estava aguado par entrar no estadio, pois ate entao, soh tinhamos tirado fotos do lado de fora. ( O estadio nao abre em dias qua nao tem jogo).

Bem, dizia a lenda que o ingresso custava 80 Randis (20 reais) – estudante, e ate ai ok.

Sei que chegamos la 20 min atrasados, (Estavamos esperando o German-guy – que diga-se de passagem atrasou 3 minutos).

Quando chegamos no estadio, conseguimos ingresso free, um um mocinho da FIFA, que distribuia ingressos na porta. Inacreditavel.

Entramos na faixa, escolhemos nosso lugar ao lado da geral, e obviu, torcendo pelo time da casa, o Ajax Cape Town.

 

 

Eles tem uma fanfarra e uma torcidinha organizada muito fofa… mas que nao faz aqueeeeele barulho, que estamso acostumados.

Bem, sendo mais objetiva, tinha mais brasileiro aqui da escola, do que locais. Resultado? Obviu que tocamos o terror la e tudo virou uma puta festa, parecia carnaval.

Fizemos de tudo. Puxamos a Ola que deu volta no estadio, rs, grito de guerra, dancamos, sambamos, a saida do estadio parecia uma micareta. (Le-se: Micareta do BEM.)

Todo mundo MUITO alegre, dancando demais.

Com certeza transformamos o final do jogo (foi nitido isso) e muita gente foi embora mais faliz por ter pulado tanto.

Na prorrogacao, o Ajax Cape Town desempata e encerra em 4×3.

(Veja a noticia clicando aqui http://www.psl.co.za/article.asp?id=1177751)

O placar tanto faz, como tanto fez, o importante mesmo foi a festa brasileira, que nao precisa de motivo pra acontecer.

bjs

Bah

Du da, Digga. Wie ghets die?

Eine Woche und eine Hälfte hier und eine Menge guter passiert.

Die schlechte Sache, do eh Sie viele Freunde aus der Ferne, wie Daniel (oder Deniel, rs) und Ruben, Niedlichkeit von Menschen, aber das wird eine Menge toller Nostalgie zu verlassen.

Sie, sowie eine Crew aus Deutschland haben ganz meinen Blick auf die Deutschen verändert. Diese neue Generation, eh mega freundlich, nett und interessiert in der Welt.

Hier ist die Schule etwa 15, und alle in die gleiche Grundfläche. Die Jungs sind offen und freundlich.

Seltsame?

Hey bys, dont be angry about my german, it was by google translate.
heheheh

Miss you.
bjs!

Ich liebe dich

Uma semana

Uma semana em Cape Town, uma das capitais da Africa do Sul.

Caracas, deu pra passear muito e conhecer muita gente.

Os passeios precisam ser intercalados com praia, pra dar uma economizada no dinheiro.

As PRAIAS proximas daqui sao muito bonitas. Tem muita pedra,e uma vegetacao marinha muito estranha, rs.

A agua eh IMPOSSIVEL de nadar. Eh muito gelada. Tem que ser o supermen ou bem doidao pra nadar, do lado Atlantico. Tem inclusive avisacao de baleias (em Maio), tubaroes e focas. Muito fofinhas.

Fomos para Camps Bay, Clinfton 1,2,3 e 4. Sao bem lindas, de areia branquinha e marzao azul.

Vento gelado o dia todo, pra refrescar do sol de rachar o coco.

Aqui nao tem horario de verao, desnecessario, uma vez que o sol se poe as 20h, pelo menos em Dezembro.

As praias aqui, alias, toda a orla de Cape Town, sao rodeadas de mansoes maravilhosas. Tipo Miami, falaram…

Fomos ao Aquario, na V&A Waterfront. Outro ponto sensacional. O aquario eh realmente uma referencia de interacao com a vida marinha.

Pra chegar ateh lah, pegamos o Minibus, uma lotacao meio regularizada meio ilegal, que funciona aos trancos e barrancos, mas funciona. Custa cerca de 5 rands (R$1,50).

Nesta sexta, fiz um tour sensacional. Subimos a Table Moutain. Cara, simplesmente incrivel. Fomos de bondinho (para subir a pe demora cerca de 4h). A vista eh sensacional e a montanha eh incrivel. A vegetacao, o mar a cidade, os animais do lugar. Eh tudo sensacional.

Eu dei a maior orelhada do mundo, porque subi a montanha com uma leva blusinha de frio. Quase morri com hipotermia. Os ventos estavam absurdamente velozes e o frio tipo 5, 6ºC… soh isso.

Neste sabadao, fomos conhecer a praia de Muizemberg, no lado do oceano Indico.

A agua eh ok. Da pra nadar, e a praia eh longa, branca, com ondas, surfistas. Eh massa. Parece um povado distante (talvez seja mesmo, rs). Tem bastante povao, e MUITA escola de surf. Pena que nao estava com a minha prancha aqui. rs

Deu ate pra assistir uma pelada de Rugby, rsrsrs.

O maior problema aqui, eh que ao anoitecer tudo fica mais perigoso.

Para chegar ateh Muizemberg, fomos de trem (10 rands – 2.50 reais) e tivemso que voltar de taxi (320 rands – 80 reais), pois TODO MUNDO disse que NAO eh bacana ficarmos perambulando por ai depois das 16h, pelo menos por aqueles lados.

Tudo aqui, eh bacana agregar uma turma e rachar as contas. Beeeem mais facil.

Saudade de todo mundo.

 Bjs
Bah

Blog no WordPress.com.

Acima ↑