Roteiro sensa em São Paulo, com amor

Bem-vindos as dicas mais legais do que fazer em São Paulo, fora do cenário tradicional dos roteiro paulistanos, e dedico aos meus novos amigos cariocas, que foram tão legais comigo e tão generosos durante minha curta temporada na cidade maravilhosa!

Continue lendo “Roteiro sensa em São Paulo, com amor”
Anúncios

Praia do Guaiúba e sem carro. 

Cada vez mais conheço pessoas que optaram por não ter carro, e que até nem dirigem. Essa onda de camelos cresce cada vez mais em São Paulo e no mundo. E antes fosse pela consciência de emissão de carbono, mas as pessoas estão deixando de ter carro pelo crescimento das alternativas de locomoção, aumento da violência e chancelada pelo custo de se ter e manter um carro na maior metrópole da América Latina, estão nos levando para esse caminho sustentável. Continue lendo “Praia do Guaiúba e sem carro. “

a gente só pensa em caverna

o que seria da nossa existência sem elas? as nossas primeiras casas.
a caminhada pelas cavernas é uma das atividades mais legais que a nossa geografia permite.
e o Brasil é o país com a maior quantidade de formações de cavernas no mundo, porém pouca gente pratica esse percurso de visitação.
No Estado de São Paulo temos especialmente o Parque Ecológico Vale do Ribeira, mais conhecido como PETAR. Essa imensa área de preservação, tem cerca de 35mil hectares de Mata Atlântica e mais de 300 cavernas registradas.
Ao contrário de muitos mitos, as cavernas são lugares incríveis para se visitar.
Sempre procuro colocar cavernas no roteiro, pois é verdadeiramente uma experiência única, de voltar a milhões de anos atrás.

Foto tirada pela equipe Pura Vida Esportes e Aventuras no PETAR

Cada parte de uma caverna é esculpida cuidadosamente pela ação do tempo, em cerca de 1mm por ano.
Cada uma tem a sua particularidade geológica e climática, de fauna e que mudam todo tempo.
Creio que cada caverna tem uma história muito especial.
Serviram de abrigo aos nossos ancestrais e a muitos animais que viviam naquela região.
Só estando naquele ambiente para entender por outro prisma a grandiosidade do nosso planeta.
Esse mês, iremos em uma expedição ao PETAR descobrir algumas dessas cavernas mais incríveis de São Paulo. Veja aqui detalhes do evento.

Foto tirada pela equipe Pura Vida
Foto tirada pela equipe Pura Vida

vai ser ANIMAL e em breve eu conto tudo!

Let’s move inside.

Let’s fly no Museu TAM em São Carlos!

onde ir em São Paulo, o que fazer em feriadões de dinheiro curto e pra onde fugir da muvuca da praia?

nesse feriado do dia do trabalho, partiu interior! uma parte da família mora no interior de São Paulo, então, peguei a pequena e fomos rumo à São Carlos, que fica a cerca de 250km da capital.

lá fica o Museu da TAM [mantido e idealizado pela TAM Linhas Aéreas.] 

já havia estado no museu, mas antes da inauguração, em 2009. de qualquer maneira foi muito bom voltar lá, com tudo funcionando, instalado, e lindo.

é o maior museu sobre o assunto mantido por uma companhia aérea da américa latina! Além de ser o maior, é incrível!

IMG_4433 IMG_9390

a primeira parte do museu é um túnel do tempo da aviação, com várias miniaturas e mini réplicas dos primeiros projetos da história da aviação. muito muito muito bacana!

IMG_4449

Depois, temos um vídeo contando a história da TAM, do Comandante Rolim e da Família Amaro. Mó legal! =)

IMG_4467

Depois do vídeo, as portas se abrem, e passamos a ter a visão impressionante do hangar do museu, onde estão localizados mais de 90 aeronaves, dioramas [réplicas de onde os aviões foram encontrados], e outros secundários como motores, caças, moda das comissárias e suas respectivas histórias.

IMG_4471

o museu ainda conta com um espaço chamado Corrosion Corner, um espaço para restaurção de alguns aeromodelos para o acervo.

IMG_4526

é realmente demais ficar bem pertinho dessas máquinas, e sentir o real tamanho e poder ver cada uma no detalhe.

IMG_4507 IMG_4572

IMG_4558

IMG_9256

Escolhi meus preferidos:

é o anfíbio Jahu [não é demais?]

IMG_4494

o Cessna 140A que deu a volta nas américas, e que está todo assinado. incrível!

IMG_9340

IMG_9333

e o PanAir, pelo tamanhão!

IMG_9300

SHOW ME THE MONEY!

como contei no começo, o Museu fica a 250km de São Paulo, e a 15km de São Carlos. Portanto, vale dar uma esticadinha na cidade, para não ficar pesado em dirigir muito.

pra chegar no museu, é preciso pegar a rodovia Washington Luís. Eu gastei cerca de R$ 40,00 só em pedágios

o Museu fica na Rodovia SP 318, km249,5 – Água Vermelha, São Carlos-SP

abaixo as coordenadas aéreas, caso você vá de avião…  😛

latitude 21°52’35” S | Longitude 047°54’12” W

o valor do ingresso é R$25,00 a inteira e crianças, estudantes, professores e idosos pagam meia entrada.

dentro do museu tem um restaurante-lanchonete. O lanche é bem grande (dá pra dividir tranquilamente). Eles servem comida também. Tudo bem gostoso.

Ah, lá também tem simulador [atração cobrada a parte], Espaço TAM Kids, e muitas mas muitas miniaturas de diversos outros modelos.

Tem mais fotos do passeio aqui no link!

vai voar por lá! É demais!

IMG_9368

Eu me amarrei em Brotas, Daniel!

no início desse mês me joguei novamente com a Pura Vida e dessa vez nossa parada foi em Brotas, no interior de São Paulo.

A cidade é super conhecida pela tradição nos esportes de aventura, assim como a Pura Vida e eu. Logo, só poderia sair coisa boa dessa junção.

O mais legal do passeio com eles, é que o objetivo é a superação e a adrenalina. Com isso, se for pra fazer rapel, vamos fazer o melhor, o maior, o mais seguro e o mais alto. Se for pra fazer Rafting também.

O passeio em Brotas começou com o Canionismo na Fazenda Cassorova que possui 2 cachoeiras: a da Cassorova com 2 quedas, e a dos Quatis com 1 queda.

O Canionismo é uma prática que une trilha pelo cânion, rapel e cachoeira. Isso mesmo, tudo misturado.

Primeiro descemos a Cachoeira da Cassorova

A maior parte do rapel nessas cachoeiras é negativo, ou seja, não temos contato com o paredão. A parte boa é que dá pra curtir mais o visual inédito.

Cachoeira Cassorova, Brotas - SP - Brasil

Depois, fizemos uma trilha rápida dentro do rio, que dá origem a Cachoeira dos Quatis.

Canionismo - Brotas, SP - Brasil

Essa última decida teve direito a ducha! hahaha que delícia!

Cachoeira dos Quatis, Brotas, SP - Brasil

10991225_921170377893488_3375206682988417229_n

Rafting na Cachoeira - Chachoeira dos Quatis - Pura Vida Esportes e Aventura
Rafting na Cachoeira – Chachoeira dos Quatis – Pura Vida Esportes e Aventura

Depois de voltarmos a fazenda, um almoço delicioso estava nos aguardando. Bom demais da conta foi a piscina natural pra fechar o dia com chave de ouro.

Fazenda Cassorova - Almoço 10418988_925591510784708_851315728395698052_n

No segundo dia fomos praticar o Rafting.

A técnica consiste na descida de corredeiras em um bote inflável. Eu nunca havia praticado e o saldo foi muito positivo. é uma delícia. Descemos o maior rio de Brotas, 15km de Jacaré Pepira. o percurso tem pausa pra banho, escorregador natural e uma paisagem bem bonita.

O Rafting é bem mais complexo do que eu imaginava. O condutor do barco tem função fundamental de liderança da equipe. Precisa nos fazer remar da forma certa, e atender aos comandos para que possamos descer em segurança.

Este rio varia entre o nível 3 e 4, dependendo do nível da água, que por sinal, estava bem baixo.
Mesmo assim, deu pra nos divertirmos muito. Olha as fotos:

Rio Jacaré Pepira [Gopro - Diogenes Cassiano - Equipe Pura Vida]
Rio Jacaré Pepira [Gopro – Diogenes Cassiano – Equipe Pura Vida]
Rafting em Brotas - Vaca Náutica Raftinf em Brotas - Vaca Náutica

O coordenador da equipe Vaca Náutica que desceu conosco é Tricampeão Brasileiro de rafting, ou seja, manja paca.

O QUE LEVAR NO RAFTING:
Bem, é obrigatório o uso de sapatos fechados, e recomendo um bem leve, para que possa nadar melhor. Eu fui com um bem pesadinho, e não foi legal (só fui pois era o que já estava molhado do dia anterior).
Recomendo também roupas escuras (pois é barro puro).
No rafting sempre existe o risco de cair todo mundo na água e se tratando de correnteza, o que você levar corre o risco de cair na água e perder, não levei minha câmera a prova d’agua, me arrependi um pouco, mas hoje sinceramente não levaria nem óculos de sol.
Super recomendo Boné e muito protetor solar antes de sair do hotel.

Essa ecotrip foi demais, pura aventura, muita adrenalina e de muita responsabilidade também.

Através desses esportes, é possível observar a natureza humana, da flora e da fauna sobre um outro ângulo, um novo ponto de vista. Não há nessa equipe o intuito de desafiar o poder da natureza, não, ninguém tem essa intenção ou pretensão. o intuito é observar a natureza, a nossa capacidade de superação, equilíbrio e harmonia.

Esse é um turismo responsável, sem agressão ao meio ambiente, e ao ecossistema local. Não tem depósito indevido, não tem lixo em lugar errado, não tem desvio de rio e não tem construção de resort e nem cativeiro de animais,

Mas esse é papo para um outro dia.

SHOW ME THE MONEY!
Nesta trip eu gastei cerca de:

480,00 – Pacote Pura Vida (Com hospedagem, passeios, equipe, equipamento, todos os transportes)

100,00 – Com toda alimentação

Ah, ia quase me esquecendo, o HOTEL NATURAL que ficamos é demais! Super confortável, chuveiro delícia, estrutura ótima e bom atendimento.

10983401_923255074351685_8244133390043959728_n

rafting: tá chegando!

O que é bom a gente repete, né?

isso pra tudo na vida! Tanto parquela pessoa que você quase deixou escapar, tanto pras pessoas legais que a gente conhece no meio do caminho.

o que a gente não sabe que é bom, a gente experimenta, né?

isso também em todos os aspectos, mesmo porque não tem como saber como é, sem experimentar.

Por isso, além de ir atrás do homem da minha vida, eu volto com a invasão azul e me jogo na água de novo.

Desta vez em Brotas, dias 7 e 8 de fevereiro. Primeiro dia em cascadin em 2 cachoeiras, e domingão um rafting pra fechar com chave de Ouro.

Eu nunca fiz rafting, e tô super ansiosa!

Vai ser pura aventura! ❤

Brotas - PURA VIDA

Se interessou? Ainda dá tempo! Olha aqui todos os dados do evento.

Depois conto mais.

rapel na cachoeira, e ai?

como publiquei no post Let’s Waterfall, depois de muito tempo relutando, aceitei o convite do Mika e fui praticar rapel.

na semana passada estreei no cascadin (mais conhecido como rapel na cachoeira) com 40 metros de altura. =O

viajamos cerca de 300km até Botucatu, no interior de São Paulo, até chegarmos na cachoeira da Pavuna. o lugar é lindo! deu pra aproveitar muito o solzão, tomar banho na primeira queda d’água e fazer amigos tão doidos quanto eu =)Cachoeira da Pavuna - Botucatu,SP

1470262_875169995826860_7698294571991963337_n

a experiência do rapel foi muito diferente de tudo que já fiz. e se quer saber, se aproxima mais do mergulho do que de todas as outras coisas.

me explico: o rapel exige mais do que os outros esportes radicais (digo para os iniciantes comparado ao bungee e paraquedas,  e que se assemelha muito com mergulho) pois exige maior autocontrole, mais equilíbrio, mais coordenação e raciocínio. sim, tudo isso.


1779310_875169715826888_7291447218022059966_n

as cordas estão bem presas, ufa, os instrutores (que são feras na técnica e quase psicólogos) te instruem muito bem e passam super segurança.

o rapel é uma técnica que deriva do alpinismo. com as cadeirinhas e preso pela corda, você controla a descida e o seu equilíbrio.

equilíbrio porque, pendurado, você vira um pêndulo. para não perder o controle, e ficar balançando pra lá e pra cá  (provavelmente se ralando nas pedras, rs) é necessário seguir algumas instruções para a descida.

pernas abertas, planta dos pés no paredão (paredão cheio de limo no caso da cachoeira), pensar onde colocar os pés, e o pior: não se desesperar caso algo saia do controle.

é claro que enquanto você desce, outros instrutores ficam no final do percurso “dando corda” e travando sua descida, caso necessário. portanto, é um esporte seguro, (viu mãe). Encontrei um histórico legal no WikiPedia, clica aqui depois.

Rapel Cascadin
Pura Vida Esportes e Aventura

como qualquer outra experiência, passei uns perrengues e tenho algumas dicas. dá uma olhada:

Onde fazer

A primeira coisa que indico, é fazer com uma equipe legal e responsável. Fui com a Pura Vida Esportes e Aventura. Essa galera é especializada em rapel e uns fofos. Entrei em contato com a Andreia, que me passou TUDO a respeito, tirou todas as dúvidas pré evento, e já de cara me passou aquela segurança essencial.

Pura Vida Esportes de Aventura

O que vestir e o que levar pra fazer rapel na cachoeira

Pra praticar o rapel não tem como fugir. Quanto mais confortável, melhor. Meninas de leggin’ (para as que tem alergia a picada, é sempre bom aquelas leggins que cobrem o tornozelo. mesmo assim, aprendi no pantanal que repelente, mesmo com calça é essencial) e tênis. Para fazer trilha, o bom é sempre um tênis de trilha. rs. é besta, mas como eu iria molhar o tênis, pensei: “vou colocar um mais velhinho de  corrida”. Nossa! Pior besteira. Quase cai morro a baixo de tanto que o tênis escorregava na trilha. Maior sufoco!

Trilha - Cachoeira da Pavuna

na cachoeira, o meu tênis de corrida funcionou. não escorregou TANTO quanto eu imaginava. MAS, o ideal MESMO para descer o rapel, é a sapatilha própria para o esporte. Olha aqui a indicação da equipe.

o que me salvou muito, foi ter levando uma roupa sequinha para trocar depois da cachoeira. inclusive meia e um segundo tênis. (dica da equipe também)

me arrependi de não ter comprado uma capinha a prova d’água pro iPhone. Devia ter levado e tirado altas fotos do meio da escalada. =/ Acho que vale para as próximas trips! Olha que massa essa que encontrei.

no pacote, estava incluso um kit lanche (DE-LI-CIA), que incluía: 1 maçã, 1 sanduíche natural de peito de peru e queijo, 1 suco Del Valle, 1 Clube Social, 1 carrinha de cereais. Salvou a vida! recomendo levar um lanchinho extra se for dos mais famintos, pois ficamos das 11 as 17h por lá. e na volta, devoramos uns salgadinhos. =P

10366186_875170165826843_7706356560681173565_n

o passeio ainda teve mais. a noite fomos para a Chácara Canaã.

show a parte.

depois que voltamos da cachoeira, tomamos um banho delícia, jantamos comida de vó, e ainda curtimos uma fogueira com comidinhas caipiras (meeeu o que era aquela canjica da Dona Vera?!).

Chácara Canaã - Bofete, SP

a chácara é da família dos donos da Pura Vida. então imagina só o cuidado com a gente e com o lugar.

No domingo, ainda curtimos a piscina, TENTAMOS nos equilibrar no slackline =P, e almoçamos um churras campeão.

Slackline

bem, no resumo da ópera a viagem foi incrível. além de conhecer muita gente massa, ainda curti muito o rapel. mais do que recomendação, é prescrição médica.

e se eu faria de novo?

não vejo a hora do próximo!

😉

10628099_875170205826839_2224284409416398172_n

let’s waterfall

a vida traz muita supresa boa, muitos acontecimentos inesperados de tirar o fôlego. porém, acredito que muitas oportunidades surgem vaaárias vezes na nossa frente e a gente deixa passar.

faz ANOS que um amigo do trabalho (instrutor disfarçado de TI) me chama para fazer Rapel, e só agora, com essa injeção de novidade na veia, eu resolvi aceitar. bem, pra tudo tem uma hora, né? e a minha tá chegando!

pela primeira vez vou praticar a descida vertical, e na estreia já vamos logo de água junto!

vamos praticar o Cascading na cachoeira da Pavuna, em Botucatu-SP.

serão 40 metros de cachoeira de morrer de frio na barriga.

10675764_791641437564636_7396590690983261126_n

bem, vam’bora. se alguma coisa pra parar a gente, que seja a polícia, e não o medo.

é isso!

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑