[algumas] coisas que aprendi com a Gabi

hoje, nessa data tão querida, resolvi compartilhar algumas das muitas coisas que aprendi com a Gabi.

segura o lenço, pega o caderno e vem comigo que vai valer a pena!

img080
eu sou a mais bonitinha, da esquerda.

durante todo o processo de tratamento e ainda hoje, a presença e ausência dela muda nossa vida constantemente. depois de 6 anos decidi compartilhar essas que são constatações profundas, baseadas na minha crença [meio agnóstica] e nas minhas experiências durante esse período. Com a ajuda da minha família e com grande responsabilidade da minha irmã-quase-gêmea, segue o barco:

. somos ligados por um propósito sem explicação

Cada um acredita num lance. Legal. Mas que não dá pra negar que estamos ligados uns aos outros, isso não dá. Passar por qualquer processo desde nascimento até o fim da vida é complexo para todos que te cercam. Exige demais, involuntariamente de todos que estão a volta. Não tem escapatória. Quanto antes a gente se liga que precisamos fazer algo a respeito, melhor.

. a vida é assim mesmo

Não adianta chorar, nem espernear. A vida nada mais é do que o mix de sensações que te levam ao êxtase puro e à dor mais profunda que alguém pode sentir. Por isso, mesmo se algo de ruim acontecer, calma. Vai passar. Às vezes a dor é muito grande, mas te juro que passa. Essa é a vida e essas são as regras. Pessoas vem, pessoas vão, não tem o que fazer.

. não viva a vida como se fosse o último dia

não, juro. O idiota que inventou essa frase clichê NUNCA perdeu alguém. Se você souber como e quando será o último dia, manolo, vai ser um chororô sem fim e com certeza o PIOR dia da sua vida. Então, pls, por mim e por todos, pare de disseminar essa utopia desnecessária e inalcançável. A vida tem altos e baixos, e nos baixos você sofre por bosta. Mas respire e nos dias bons [que são maioria] projete coisas boas, vire a mesa, entenda a você mesmo, converse com o seu eu do futuro. Respira, pensa e vai.

. se a vida é uma só? não sei. mas que precisamos seguir nossa intuição, ah, isso sim.

alguns meses antes de ficar gravemente doente, no meio do tratamento de quimio, a Gabi decidiu ir pra Patagônia com uma amiga. Idéia doida, maluca. Não tínhamos um dinheiro no bolso, estávamos quebrados. Mesmo assim, todos em casa se entreolharam, e concordamos que era exatamente isso que ela deveria fazer. A Paty (amiga dela) pagou toda a viagem, e elas foram que nem doidas varridas ver as ballenas na patagônia.

face4

Foi a melhor decisão da vida.

. entre dinheiro e vida, eu fico com a vida

[só isso mesmo, sem explicação]

. perdoe-se a si mesmo.

não podemos evitar que coisas ruins aconteçam, e não é sua culpa e nem de ninguém quando acontecem. Existem muitas pessoas que passam a vida se culpando por não terem feito mais, quando de verdade, agiram pela própria natureza. Você consegue imaginar como me arrependi por cada briga que tivemos? Por todas as vezes que fui mesquinha com ela? Mas onde esses pensamentos me levam? Você precisa, assim como eu, se perdoar para seguir. Enlouquecer não pode ser uma opção.

gabi e fe

. ninguém é capaz de sentir sua dor

isso você sabe. mas entenda também que por mais que queira trocar de lugar com alguém que sofre, ou entender como está sendo qualquer que seja o processo, é impossível. cada um tem uma história, uma vida, suas crenças, por isso, nunca diga que sabe o que o outro está sentindo, quando na verdade você só imagina. Falar sobre isso, porém, ajuda demais. Com amigos, através da arte, da expressão, ou de um blog [tcharammmm] vai curando as mágoas.

. as doenças fazem as pessoas mudarem

as pessoas tem medo da palavra câncer. e tem que ter mesmo pois é o processo mais bizarro que alguém pode passar. no entanto, hoje vejo como esse processo serviu para minha irmã mudar. Evoluir como se não houvesse precedentes. Ela foi de adolescente rebelde pra Dalai Lama em 3 anos. Eu hoje agradeço a Deus por esses anos que ficamos juntas, nem que forçadas as vezes, brigando dentro do hospital, só porque enfim conseguimos nos entender e nos amarmos como nunca antes na história das nossas vidas.

. rir é a melhor parte da vida, mas sofrer faz parte

e a gente faz palhaçada com tudo. TUDO. Vocês não tem noção. No hospital cansamos de fazer apresentação com o Pole Dance (aquele treco que segura o soro). a gente é assim, e isso nos traz coisas boas. mas a piada não impede que o ‘pior aconteça’. ela só faz com que o caminho até lá seja muito melhor aproveitado. Entende a diferença?

Todo o processo é muito doloroso, pra você, pra quem passa por isso então, nem se fala. Mas porque sofrer e chorar, se podemos sofrer E fazer uma piada, não é mesmo?

isso, como disse, não te exime dos momentos de dor. Por isso, sofra, reclame e chore, mas tenha a consciência de que é um ciclo. Tenha esperança.

Por falar nisso, hoje é aniversário da Gabi e eu continuo recebendo os presentes, ok? Nem pensem que vão passar batido…

IMG_1091

Bem, mas sim, infelizmente ela faleceu em 2012 aos 22. Mas o que isso tem a ver? Ela cumpriu a missão dela, e nos ensinou demais durante esses 22 anos. Aliás, continua ensinando todos os anos. Precisamos superar, evoluir, entender o propósito da vida, do nosso ser diário e com muita positividade, pensar na frente. Dói? Opa.

[quem lê pensa que eu escrevi sem cair uma lágrima]

O ser humano é muito complexo, por isso, não é fácil viver. Estamos sempre com conflito de pensamento de identidade, como nenhum outro ser. Por isso, tente ser mais leve, deixar suas convicções de lado e SEMPRE aprender e melhorar.

E com relação a Gabi, só pra não passar batido, era uma pessoa incrível, mas não lavava uma louça.

Pronto, falei.

gabi e feee.jpg

 

6 comentários

  1. E quando a gente procura uma palavra para descrever o que a gente sente, diante de tanta sensibilidade? Não acho…
    Texto lindo, profundo, real!
    Você Bah, é incrível! À você, meu eterno respeito, admiração e amor.

  2. Compadeço-me de tal sentimento, pois minha irmã caçula Izabel virou uma estrela em novembro de 2017. Depois da descoberta do câncer ela viveu apenas 2 meses. Foi triste e tão de repente, mas ela tb já tinha cumprido a vez dela aqui na terra. Ela tinha 51 anos e estava recomeçando a vida do zero, porém teve que partir.
    Parabéns Gabi!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.