Fazendo as malas pra Melbourne

Nesse post vou contar pra vocês como foi fazer as malas pra Melbourne, Austrália e o que trazer ou não pra cá!

IMG_8716_Fotor2_Fotor.jpg
Foto: Marina Sá Fotografia

Pra ajudar azamiga e ozamigo, decidi compartilhar minha experiência de fazer as malas para morar EM MELBOURNE na Austrália durante 6 meses, em um lugar que faz calor e frio, com o limite de bagagem de 2 volumes de 23kg. Sim, é possível, simbora?

Depois do desespero da vida ter que caber em 2 volumes de 23kg, vem uma sensação boa, pois é a hora do desapego e de filtrar o que é de fato importante pra sua sobrevivência ou não. rs

“Não leva isso não, você compra lá”, a galera dizia. E eu pensava: “opa! ótima ideia! Deposita pra mim então no Itaú, pls, que lá eu compro!”

Levar o máximo de coisas úteis e do dia-a-dia do Brasil é super válido quando você vai mudar, principalmente se você não tá com grana sobrando.

Nessas duas malas de 23 kg eu coloquei os seguintes itens:

Roupas (vestidos, biquínis, roupas de frio, shorts, camisetas, calças, roupa íntima)
Medicamentos (anti-térmico, enjoo, alergia, termômetro, analgésicos sem dipirona)
Roupa de cama (lençol, fronha)
Sapatos (Tênis de trilha, Chinelos, bota, alpargatas, rateiras, salto, tenis de corrida, tenis casual)
Maquiagem (só o que uso no dia-a-dia e glitter, pq eu não sou obrigada)
Bijus (Só as que eu realmente usava)
Snorkel e máscara
Pé de pato
Caixa estanque da Máquina
Toalhas de banho e de rosto
Edredom (sou teimosa e trouxe!)
Presentes que ganhei no Brasil
Presente pros Flatmates
Bolsa
Mochila (vazia né, gente)
Jogo americano
Tapete de Crochê que minha vó fez pra mim (hehe)

DICA! 

∅Mesmo que sua bagagem seja de 23kg, compre a mala de 32kg. Pois ela tem mais espaço e você consegue acomodar mais coisas volumosas. Como botas e principalmente roupa de frio. Só precisa ficar atenta ao peso, claro.

∅Use e abuse dos pacotes de compressão / vácuo! Funcionam demais e salvaram minha vida. Encontrei super fácil na Tok Stok e na Americanas.

IMG_1401.JPG

ROUPAS

Meu planejamento para as roupas, foi o de pensar o quanto de roupa eu preciso pra sobreviver durante 2 semanas no frio e 2 semanas no calor, pois eu cheguei aqui no verão, mas minha cidade fica absurdamente fria no inverno.

Outro ponto também (que já está mais do que testado, aprovado e comprovado) é que as roupas que eu nunca uso, eu nunca vou usar na viagem. Então é um bom critério pra aquele vestido lindo que não cai bem ficar em casa da mamãe mesmo, doado ou vendido.

Uma coisa válida [minha opinião] é trazer um vestido/roupa de festa também. Vale lembrar que no mundo todo, o padrão de corpo europeu é o que rege a moda. Então pra quem tem bundão, as vezes fica mais difícil de achar algo que caia bem.

Pra vir pra Melbourne no verão, eu trouxe essas roupas:

Screen Shot 2018-02-11 at 10.47.08

MEDICAMENTOS

Assim como em vários países do mundo, a dipirona é proibida! Então, leia antes de comprar, pois remédios com esse composto, SE SUA MALA FOR ABERTA, serão descartados. Olha só como ficou minha farmacinha:

Anti-térmico
Antibiótico (com receita médica traduzida)
termômetro
Antigases (gente, souprevenida)
Antialérgico
Microporo
Band-aid
Dor de cabeça
Relaxante muscular

Gente, tudo que eu trouxe tem na Austrália? Tem, claro! Mas chegar aqui e ter que comprar tudo de novo, ainda mais sem saber onde encontrar e gastar meus reais x 2,56, não era uma opção.

O que tem ou não tem na Austrália [Melbourne], ou é muito caro, ou muito barato? Te digo!

:: Coisas baratex

  • Chapinha – Encontrei por $ 17,00 na Priceline
  • Toalha de banho/rosto – Encontrei boas por $ 10,00 na Target
  • Cobertor – Encontrei por $ 6,00 (ISSO MESMO SEIS DOLETAS) na Target
  • Material escolar – Qualquer coisa por $2,80 na DAISO
  • Perfumes importados vão até $ 100,00, então pode comprar aqui.
  • Câmeras fotográficas são mais baratas aqui do que no Brasil.
  • produtos apple vale mais a pena comprar aqui na Austrália

:: Coisas caras [melhor trazer]

  • Biquini – Além de poucas opções, os biquinis aqui são aqueles para-quedas [uuuui falou a ousada], e custam por volta de $50,00 – 99,00. Então vale trazer.
  • Esmalteeeeee – Traz pra mim? #quesaudadedaRisqué Aqui o mais barato que eu vi foi $3,00, beeeem simplezinho. Realmente unha é luxo aqui, então traga suas coisitas.
  • Bijus – São poucas as lojas e com coisas bonitas. Então vale trazer.
  • Havaianas
  • Maquiagens tipo Vult, Dailus são ótimas e sinto falta dessas opções mais baratas e boa de make.

:: Não encontrei ainda por aqui

  • Canga – por aqui eles tem uns tapetes. São mais grossos e ótimos pra ir pro parque, mas aquela nossa boa e velha canga pra cobrir o popô, ainda não vi.

:: o que não pode trazer

Alimentos de origem animal ou vegetal; plantas sementes e conchas; mais de 2l de álcool, mais do que 50g de tabaco; mais de $9,000 em dinheiro – espécie, drogas (óbvio).

:: Trazer na bagagem de mão

  • Documentos originais e cópias
  • visto impresso, OSHC, carteirinha de vacinação internacional,
  • celular
  • higiene pessoal,
  • adaptador universal,
  • notebook,
  • troca de roupa,
  • roupa de frio [no avião tem show-room das temperaturas do Alasca].
  • um livro bom
  • músicas baixadas no celular

COISAS PRA SE SENTIR EM CASA

O tapetinho de crochê que minha vó fez pra mim, deu o que falar e dividiu opiniões quando eu estava fazendo a mala. Com as bagagens explodindo, e cada um pesando 500g, foi um bafafá. O fato é que assim como ele, o jogo americano que eu tinha comprado no Amigos do Bem, meu avental e luva de cozinha, a garrafinha de água amarela que ganhei da prima, eram peças importantes pra mim, e que aqui no dia-a-dia, me fizeram me sentir um pouquinho mais em casa, e de uma forma ou de outra, fazem parte da minha essência.

img_2148.jpg
Tapete da vovó no parque

Mudar de país não é super fácil, nem só pela saudade [ou pelo medo que todo mundo te coloca dizendo que é super difícil], mas sim porque você aqui não tem nenhuma referência, se sente meio retardado por não conhecer as regras do lugar nas coisas simples. Ninguém sabe quem você é, o que você faz e qual seu papel no mundo.

E estar fora dessa zona de conforto pode sim te tirar um pouco do trilho.

Aqui, toda vez que ponho a mesa com o jogo americano de Chita, lembro de onde eu comprei, quanto tempo guardei, o que ele representa, do meu país e tudo mais. Me traz mais conforto, calma e segurança.

Então, talvez essa seja a dica mais importante da sua mala pra morar fora: leve coisas que te fortaleçam, que te façam feliz, que fiquem bem em você e que deem segurança.

é isso, ajudei?

um beijo e boa viagem!

Siga a viagem no Insta: @bahalm | https://www.facebook.com/bah.almeida.5

WhatsApp Image 2018-02-09 at 14.03.19

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.