Como vim parar na Austrália?

No início do ano passado, cada um motivado por um desejo diferente, eu e meu namorado decidimos estudar na Austrália. Nesse post vou contar pra vcs em detalhes todo nosso processo.

Primeiramente preciso dizer que amo meu país. Não saí de São Paulo pra viver o sonho Australiano, mas sim, porque não estava mais feliz com o dia-a-dia e nem com meu nível de inglês. Estava já na hora de mudar de casa, mudar de cidade e evoluir como ser humano também. Além disso, para tomar uma decisão de mudança tão radical, é preciso estar certo do que você não quer, e estar aberto para o novo.

IMG_1440

Primeiro passo foi pesquisar e decidir em qual cidade da Austrália queríamos morar. Escolhemos a cidade de Melbourne por ser a capital cultural da Austrália, tudo acontece aqui. Apesar de um pouco longe da praia, tem fácil acesso a todos os lugares, voos diretos, estrutura, contato com várias culturas de outros países, além de clima bem parecido com São Paulo.

Decisão de cidade tomada, procuramos uma agência especializada em intercâmbio na Oceania. A West 1 foi indicada por um grande amigo nosso que realizou todo o processo com eles.

Primeiro passo foi enviar um e-mail para a West 1, solicitando orçamento para um curso de inglês em Melbourne (cidade que gostaríamos de morar) na Austrália. A West 1, por sua vez, mandou pra gente 3 opções de escola, em 3 perfis diferentes, para 6 meses de curso.

Li todo o orçamento e entrei no site das escolas, e então, marcamos uma conversa lá em Pinheiros (na Zona Oeste de São Paulo), e tiramos todas as dúvidas possíveis e imagináveis.

Depois de conversar bastante, fazer muita conta, aceitamos a proposta da escola Ability, pois era a que mais se enquadrava no perfil que procurávamos. Nesse aspecto o consultor educacional ajuda demais! Pois ele conta pra você qual o perfil da escola (mais divertida, mais jovem, mais séria, mais rígida), para que você faça a melhor escolha, de acordo com o que está procurando e com seus objetivos pessoais.

Decisão tomada, foi hora de montar nosso cronograma do ano. Como fizemos tudo com antecedência, conseguimos pagar tudo, guardar dinheiro, e ir pra lá com uma reservinha boa!

 

Eu sempre brinco que quem faz tudo de um dia pro outro tem muita grana! Quem não tem, se programa!

Olha só como nos organizamos:

Screen Shot 2018-02-02 at 16.55.36

Todos os detalhes de cada processo a agência explica minuciosamente, mais de uma vez se for necessário e o que achei mais legal, é que a cada momento você conta comum especialista. Me explico: Consultor educacional sabe tudo sobre as opções de escola, conhece as cidades, e te orienta sobre todo processo inicial.

Quando o assunto for VISTO, a especialista em visto entra no jogo e te ajuda com todas as etapas da aplicação e todos os detalhes.

No caso da Austrália, o processo de visto de estudante é bem completo e exige experiência de quem está aplicando. Para o visto, basicamente você faz uma carta de intenção, explicando porque quer ir pra Austrália, quais seus objetivos, histórico profissional, o que quer da vida e etc. Além disso o governo australiano pede que seja saudável, rs, por isso precisa de exame médico específico (apenas médicos e laboratórios credenciados podem realizar o exame), possuir o Certificado Internacional de Vacinação comprovando que tomou a Vacina contra a Febre Amarela [Aqui no site da Anvisa tem todo o passo a passo de onde tomar e quais os passos para tomar a vacina] e comprovação financeira, que prova que você tem condições de permanecer na Austrália durante o período do curso que está matriculado. Isso tudo, pois o governo quer garantir que apenas estudantes genuínos estão ingressando com esse visto.

Com visto aprovado você fica nas mãos da equipe pré-embarque. Que vai te ajudar a comprar moeda local, abrir uma conta bancária pra você na Austrália, e (o que achei mais legal de tudo) te convidar pro Briefing pré-embarque. Esse briefing é sensacional, pois te conta todas as pegadinhas, diferenças básicas de legislação, processos, regras do visto, enfim, tudo o que precisa saber para colocar os pés aqui na terra do ornitorrinco!

O briefing criou um grupo, que se ajudou ainda ainda durante o pré-embarque. Onde morar, onde tomar a vacina depois do boom da febre amarela, e etc.

Briefing Pré-Embarque West 1 - São Paulo
Briefing Pré-Embarque West 1 – São Paulo

As passagens que compramos (ida e volta) estavam mais baratas que a passagem só de ida. Viemos pelo Chile de LATAM. O voo foi ótimo, bem tranquilo, e o avião é bem bonito. O almoço e jantar servidos foram incrivelmente deliciosos! Além de ter o menor tempo de viagem que encontramos! Foram “APENAS” 21h de viagem. 4h de SP para Santiago, 2h de conexão (NÃO COMPRE O VOO QUE OFERECEM COM 1 HORA DE CONEXÃO! Se o voo demorar pra sair do Brasil você perde facilmente o voo pra Austrália!!) – E mais 15h de Santiago até Melbourne. Outros voos eram de 32h, e até 54h!

IMG_1592

Nesse tipo de experiência de morar por um tempo em outra cidade, existem algumas opções de acomodação, como:

HomeStay: que é quando você fica na casa de alguma família que reside aqui na Austrália. A homestay pode ser fechada diretamente com a agência de turismo, Airbnb, ou conhecidos.

SharedHouse: quando você divide a casa com outros estudantes. Também pode ser fechado pela agência de intercâmbio, ou encontrada nos grupos de facebook. Esse foi nosso caso! Entramos em um grupo no facebook e procuramos quem já havia alugado apartamento, mas queria dividir as contas. Vimos muitas opções e escolhemos a mais perto do centro, num apartamento com 2 quartos e 1 banheiro compartilhado. O aluguel é mais caro do que nas outras regiões de Melbourne, mas fica numa região de transporte gratuito.

Retail: Aluguel de casas e apartamentos via imobiliária. Neste caso, apenas para quem tem mais de 1 ano de visto, consegue alugar.

A chegada até Melbourne e os primeiros dias foram tranquilos. Logo mais tem post contando da primeira semana aqui na terrinha!

Para entrar em contato com a agência West 1 mais próxima clique aqui, e o que precisarem, podem procura-los ou mandar e-mail! Ah, e bacana também é que a agência tem sede aqui e em várias cidades da Austrália. Então quando chegamos aqui, temos um lugar pra recorrer.

Gostou? Lá no meu Insta eu to mostrando meu dia a dia aqui na Austrália! @Bahalm

Um beijo! ❤

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.